RSS

Trabalhadores atrasam em três horas a produção da Natura, em Cajamar

01 mar

Por: Químicos Unificados

Fotos: Imprensa Químicos Unificados

WEB-destaqu-WP_20140221_022-337x252

Os trabalhadores e trabalhadoras da Natura, em Cajamar, atrasaram a produção por três horas na noite de sexta-feira (21/02/2014) para sábado em protesto contra a recusa por parte da empresa em negociar uma participação nos lucros e resultados (PLR) integral. Na imagem acima, Nilza Pereira, dirigente da Regional Osasco do Unificados fala na assembleia.

WEB-interna-tripa-voto-1-Natura-21_02

Fotos: Imprensa Químicos Unificados

OBS: Todas as fotos das assembleias na Natura estão editadas para evitar identificação dos trabalhadores

Durante o final de semana o Unificados fechou o ciclo de assembleias com os três turnos da empresa, no qual os trabalhadores votaram pelo pagamento do valor integral da PLR; abertura de negociações para formalização de termo aditivo ao acordo; indicação de data para início das negociações e outros itens relacionados às condições de trabalho que serão apresentados posteriormente. A PLR e a jornada de trabalho foram definidas como as prioridades no momento.

A Natura comunicou que não atingiu sua meta e, por esse motivo, irá pagar apenas 15% do valor da “Meta da Empresa”, ao invés dos 30%. Durante a reunião mediada pelo Ministério do Trabalho e Emprego, realizada em 14 de fevereiro, a empresa afirmou que não está aberta à negociação, o que motivou o protesto dos trabalhadores na assembleia e o atraso na produção.

O sindicato protocolou documento com a pauta de reivindicações e os trabalhadores decidiram aguardar por72 horas para que a empresa se manifeste.

GEDSC DIGITAL CAMERA

Foto:: Imprensa Químicos Unificados

Jornada de trabalho

Vencida desde 2010, a jornada de trabalho na Natura é prioridade para os trabalhadores, porém a empresa vem empurrando a definição. Um argumento colocado pela Natura para não aceitar uma das propostas de jornada feitas pelo sindicato é de que o Corpo de Bombeiros não autoriza sobrepor dois turnos na fábrica, pois o número de pessoas circulando no local seria acima do considerado seguro.

WEB-int-voto-frente-Assembleia-20_02

Foto: Imprensa Químicos Unificados

Esse argumento, no entanto, não é válido para a Natura na hora de organizar as máquinas na produção, uma vez que os trabalhadores ficam amontoados e sem espaço para circular.

A empresa utiliza dois pesos e duas medidas e deixa claro que não está disposta a regularizar a questão da jornada de trabalho e se utiliza de argumentos frágeis para impedir que um acordo favorável aos trabalhadores seja firmado.

O clima na Natura é de insatisfação e a mobilização pelas reivindicações segue firme.

Obs: Na noite de sexta-feira dia 28 de Fevereiro a direção dos Químicos Unificados da Regional Osasco e Intersindical foi impedido de entregar o jornal aos trabalhadores pelo grande aparato  policial, aonde os diretores tiveram que entrar na frente dos ônibus e entregar o jornal pelas janelas que foram abertas pelos trabalhadores.

Foto: Carlos Roberto kaká

Natura (3)Natura (18)Natura (20)Natura (22)Natura (23)Natura (26)Natura (29)Natura (33)

Anúncios
 

Tags: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: