RSS

METALÚRGICOS DE NITERÓI SEGUEM FIRMES NA LUTA E DECIDEM MANTER GREVE

13 jun

INTERSINDICAL
Na última audiência não houve sequer proposta. Nova assembleia está agendada para sexta-feira

Após a audiência da última segunda-feira (11), em que não houve acordo algum com a patronal, cerca de 2 mil trabalhadores se reuniram mais uma vez nesta quarta-feira (13). Na assembleia foi deliberada a continuação da greve, ainda por tempo indeterminado, e nova atividade para sexta-feira. Já há rumores de que os dirigentes das metalúrgicas estão divididos.

A partir de agora, a ideia é intensificar os piquetes, objetivando ampliar o trabalho de conscientização dos trabalhadores que ainda não se convenceram dos ganhos desta paralisação. Mesmo com a diretoria do sindicato dos metalúrgicos tentando boicotar a mobilização e a patronal não reconhecer esta greve como uma mobilização legítima, os trabalhadores não desistem da luta pelos suas demandas reais e necessárias.

Os metalúrgicos reivindicam reajuste salarial de 16%, ticket alimentação de R$ 200,00, estabilidade de 180 dias, licença maternidade, maior segurança no ambiente de trabalho, participação nos lucros e resultados (PLR) e plano de saúde com menores descontos em folha.

A expectativa é de que brevemente haja alguma proposta viável, já que rumores dizem que a patronal está rachada. A informação não oficial diz que uma parte vê as vantagens de uma negociação com os trabalhadores, porém outra parte ainda está relutante em realizar qualquer acordo.

Dando continuidade à jornada de lutas, uma nova assembleia está agendada para a próxima sexta-feira (15), às 17h em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói. O propósito deste próximo encontro será realizar um balanço e avaliar o processo de lutas desta greve.

Ainda hoje, às 19h, haverá novas atividades em frente ao Estaleiro STX.

PRAÇA DOS TRABALHADORES

E mais uma vez os metalúrgicos de Niterói fazem história nesta jornada de lutas. Nesta quarta-feira os metalúrgicos determinaram, em assembleia, que a antiga praça em que costumam se reunir para definir os rumos de sua greve, a partir desta data, passa a se chamar Praça dos Trabalhadores.

Tal qual a Praça Tahrir, no Cairo (Egito), entrou para a história por conta das lutas do povo durante a Primavera Árabe, desde o dia 30 de maio, a Praça dos Trabalhadores também tem sido palco de grandes mobilizações por parte dos trabalhadores das metalúrgicas de Niterói, que resistem, mesmo sem o apoio da diretoria de seu sindicato. A oficialização do novo nome já vai ser solicitada junto à Prefeitura nesta quinta-feira.

LEIA TAMBÉM: METALÚRGICOS DE NITERÓI: APÓS AUDIÊNCIA, PATRONAL NÃO OFERECE PROPOSTA E GREVE SE FORTIFICA

Anúncios
 

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: