RSS

Belo Horizonte: escrachado é médico-legista da ditadura

22 maio

Postado: A Juventude do Projeto Popular

João Bosco Nacif da Silva

Em Belo Horizonte, cerca de 100 jovens do Levante Popular da Juventude fizeram um esculacho na casa de João Bosco Nacif da Silva, médico-legista da Policia Civil da ditadura militar, que foi denunciado pela participação em um crime de assassinato e tortura em Belo Horizonte em 1969.

João Bosco Nacif da Silva foi responsável por autos de corpo delito no período da ditadura. O médico-legista atestou em laudo médico que o jovem João Lucas Alves havia se suicidado, apesar do corpo apresentar deformações em consequência das fortes torturas, de acordo com o Tortura Nunca Mais.

Em 28 de fevereiro de 1969, em nota oficial, João Lucas foi transferido para a Polícia de Belo Horizonte e, em 6 de março, foi anunciada sua morte por suicídio na Delegacia de Furtos e Roubos de Belo Horizonte.

Assista aqui a manifestação na casa do Médico Legista Torturador

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 22/05/2012 em Direitos Humanos

 

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: