RSS

Alexandre Castilho do PSOL aparece com 4% de intenção de voto

09 maio

castilho

Alexandre Castilho aparece com 4% de intenção de voto em enquete realizada pelo jornal Folha Oeste

O jornal Folha Oeste divulgou em sua última edição o resultado de uma enquete feita com 600 moradores do município sobre a intenção de votos para prefeito de Osasco. Na lista foram apresentados os nomes dos pré-candidatos que já foram definidos por seus respectivos partidos.

Alexandre Castilho do PSOL aparece com 4%, não deixa de ser um bom começo, principalmente se considerarmos que o PSOL, diferente dos demais partidos, não dispõe da estrutura e dos recursos que já são utilizados neste período pré-eleitoral. Mostra que há disposição do eleitorado em procurar algo alternativo, em fugir da polarização entre PT e PSDB.

A sondagem aponta o deputado estadual e ex. prefeito Celso Giglio (PSDB) com 40%, o vereador Osvaldo Verginio (PSD) com 24% e o deputado federal João Paulo (PT) com 22%.

Duas coisas chamam a atenção, em primeiro lugar que a vantagem estabelecida por Celso Giglio pode por enquanto significar a procura de uma alternativa ao PT, já que a administração municipal deixou muito a desejar em áreas fundamentais, como a saúde e a educação. Em segundo lugar, a enorme rejeição ao João Paulo, que apesar de ter a máquina municipal, uma mega-coligação (de 20 a 22 partidos), ter o apoio do Lula e ser uma figura de longa data da política municipal, aparece só com 22%. Isso demonstra que ele não conseguiu se livrar do desgaste do mensalão e ainda terá que encarar o julgamento do STF que deve ser neste ano.

O quadro eleitoral do município, por imposição dos partidos, pode ser da soma de duas grandes rejeições, já que Celso Giglio já foi prefeito e não deixou boas recordações. É neste quadro que o PSOL se apresenta como alternativa, como um partido fora dos esquemas e compra de bastidores da política osasquense, aparece como uma força independente e que poderá significar uma novidade na disputa.

O PSOL já tem sido um partido diferenciado na disputa nacional, mesmo com poucos parlamentares tem sido a pedra no sapato dos poderosos e se destacado em votações importantes como a questão do Código Florestal (único partido em voto e presença 100% contra o código ruralista) e no combate à corrupção (o PSOL é autor da representação que levou o senador Demóstenes ao Conselho de Ética e que poderá cassar o seu mandato).

Vamos acompanhar os próximos passos, até porque o quadro eleitoral ainda não está plenamente definido e ainda vão acontecer as convenções que oficializam cada candidato. De qualquer modo, o PSOL desde já se postula como alternativa de esquerda, socialista, que busca recuperar o espaço de uma política saudável, participativa e popular, na luta contra a hegemonia das grandes máquinas, do caciquismo político e dos acordos de bastidores.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 09/05/2012 em Politíca, psol

 

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: