RSS

INTERSINDICAL no 1º de Maio – Dia de luta na Praça da Sé, em SP

02 maio

 

02/05/2012
Imprensa SEEB Santos e Região

1 de maio 2012

O 1º de Maio de Luta foi na Praça da Sé, nesta terça-feira, e expressou a resistência dos trabalhadores com protestos, em diversos lugares do mundo, contra o capitalismo e seus governos. No Brasil, foi um dia de luta por emprego, moradia, terra e direitos sociais, em defesa de 10% do PIB para a educação pública, fim do fator previdenciário e melhores condições de trabalho e salário. Queremos serviços públicos de qualidade, redução da jornada de trabalho sem redução salarial, reforma agrária e urbana.

Nossa luta é por uma sociedade que não seja submetida ao lucro, que seja justa e igualitária, a sociedade socialista.

Houve missa dos trabalhadores na catedral da Sé, Ato Público organizado pela Intersindical na Praça finalizado com palavras de ordem contra a criminalização dos movimentos sociais, sindicais e políticos em São Paulo e todo o Brasil. 

O ato contou com a presença de mais de mil pessoas contra a política econômica que apenas em 2011 retirou das políticas públicas R$ 240 bilhões e destinou para o pagamento de juros aos banqueiros e rentistas; contra a mudança do Código Florestal que permitirá uma escalada da destruição ambiental no Brasil; em defesa da reforma agrária, da moradia popular, do investimento de 10% do PIB na educação pública, pelo fim do fator previdenciário e acesso pleno à aposentadoria, por melhores condições de trabalho e salário.

Enquanto alguns setores realizam grandes showmicios, com festas e sorteios de premios, financiados por bancos, estatais e grandes empresas, nosso 1º de Maio foi um ato de resistência e luta, com independência, autonomia e disposição de construir uma sociedade ecossocialista.

História do Dia do Trabalhador

O Dia do Trabalhador é comemorado em 1º de maio. No Brasil e em vários países do mundo é um feriado nacional, dedicado a manifestações, passeatas, exposições e eventos reivindicatórios. 

A História do Dia do Trabalhador remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio deste ano, milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores.

Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia 4 de maio, num conflito de rua, manifestantes atiraram uma bomba nos policiais, provocando a morte de sete deles. Foi o estopim para que os policiais começassem a atirar no grupo de manifestantes. O resultado foi a morte de doze protestantes e dezenas de pessoas feridas.

Foram dias marcantes na história da luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho. Para homenagear aqueles que morreram nos conflitos, a Segunda Internacional Socialista, ocorrida na capital francesa em 20 de junho de 1889, criou o Dia Mundial do Trabalhador, que seria comemorado em 1º de maio de cada ano.

Aqui no Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em setembro de 1925 que esta data tornou-se oficial, após a criação de um decreto do então presidente Artur Bernardes.

Bancários de Santos – Intersindical

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 02/05/2012 em Politíca

 

Tags: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: